Obras do Canal do Tucunduba começam em março
Menu

Obras do Canal do Tucunduba começam em março Featured

  • Written by 
Sem dúvida, a obra vai reduzir consideravelmente o problema de alagamentos nas áreas de baixada dos bairros do Marco, Terra Firme e Guamá”, explica o titular da Seidurb, Luciano Lopes Dias. Sem dúvida, a obra vai reduzir consideravelmente o problema de alagamentos nas áreas de baixada dos bairros do Marco, Terra Firme e Guamá”, explica o titular da Seidurb, Luciano Lopes Dias. Thiago Araújo/Ag. Pará

Até o final do mês de fevereiro, a Secretaria de Estado de Integração Regional, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Seidurb) dará início à execução das obras de retificação da macrodrenagem da Bacia do canal do Tucunduba, em Belém. O projeto de Saneamento Integrado do Tucunduba consiste na correção do canal que inicia na Passagem São Domingos e termina na Travessa Vileta. “A licitação para a obra, lançada dia 30 de dezembro, vai acontecer no dia 4 de fevereiro e esperamos até o final desse mês autorizar a ordem de serviço para a obra como um todo, que compreende mais de três quilômetros de canal, com vias urbanizadas e pavimentação asfáltica. Sem dúvida, a obra vai reduzir consideravelmente o problema de alagamentos nas áreas de baixada dos bairros do Marco, Terra Firme e Guamá”, explica o titular da Seidurb, Luciano Lopes Dias.

Segundo ele, o canal existente terá suas dimensões alteradas e um aumento de sua capacidade de vazão. O projeto prevê obras de de pavimentação asfáltica ao longo das duas marginais do canal, constituídas por sete metros de pista de rolamento com duas faixas de tráfego, ciclofaixa com 1,50m e calçada com essa mesma medida, em ambos os lados. A rede de distribuição de água, com extensão de mais de oito mil metros, atenderá a faixa ao longo das margens do canal, o que beneficiará cerca de 600 domicílios.

Também será executada a drenagem pluvial com uma extensão de mais de três mil metros de rede. O projeto contempla ainda a construção de 15 pontes e cinco passarelas. As pontes terão estrutura em concreto, com duas faixas de tréfego e passeio com guarda-corpos em ambos os lados. Já as passarelas serão constituídas de estrutura metálica.

Remanejamento – Para a construção de toda a obra, será necessária a desapropriação de mais de mil imóveis. Na etapa que já foi licitada, haverá o remanejamento de 29 imóveis. “Os processos de desapropriação e indenização estão sendo tratados com muita cautela, com o apoio das Secretarias de Assistência Social e de Justiça e Direitos Humanos”, informa o titular da Seidurb.

Os moradores que serão diretamente atingidos pela obra estão esperançosos com as melhorias que estão por vir. A dona de casa Maria Trindade, 62 anos, construiu a casa dela há mais de 20 anos à margem do canal do Tucunduba, na ponte da Jabatiteua, entre a avenida Cipriano Santos e a Passagem 27 de dezembro, uma das áreas mais atingidas pelos alagamentos. Com o projeto de saneamento integrado, será instalada no local uma ponte de concreto com pista de rolamento, faixas de trafego e passeio e guarda-corpo. “Hoje eu digo que moro praticamente dentro da lama, por isso acho que esse projeto poderá trazer melhorias para todos nós. Estou com a esperança de ter uma vida melhor depois dessas obras”, diz.

A aposentada Sônia Maria Silva, que mora no mesmo perímetro, conta que já recebeu a visita de assistentes sociais e engenheiros da obra que a alertaram sobre a necessidade do remanejamento. “Eles vieram aqui, conversaram e nos explicaram sobre os benefícios da obra. De nossa parte queremos manter uma boa relação para que todos possam sair ganhando”, afirma. A Bacia do Tucunduba é formada pelos canais do Igarapé do Tucunduba, Lago Verde, Caraparu, 2 de Julho, Mundurucus, Gentil Bittencourt, Nina Ribeiro, Santa Cruz, Cipriano Santos, Vileta, União, Leal Margins e Angustura.

O projeto contemplará a construção de 15 pontes e passarelas, a citar:

Pontes:

Canal Caraparú

Rua São João

Rua dos Mundurucus

Passagem Brasília

Rua Nossa Senhora das Graças

Avenida Gentil Bittencourt

Avenida Celso Malcher

Passagem Orquídea

Rua Rosa Danin

Passagem Leal Martins

Avenida Cipriano Santos

Travessa Jabatiteua

Passagem 27 de Dezembro

Rua Rosa Maria

Passarelas:

Rua Napoleão

Passagem Santa Helena

Passagem Vilhena

Rua 2 de Junho

Passagem Maranhão

Texto:
Bruna Campos

Secretaria de Estado de Comunicação

back to top

Institucional

Acessibilidade

Imprensa

Interno

Telefone

  • Geral
  • 3183-0020

tüvtürk randevuYouJizz