“Cheque Moradia” é entregue a famílias do Tucunduba e Perimetral
Menu

“Cheque Moradia” é entregue a famílias do Tucunduba e Perimetral

  • Written by 
“Cheque Moradia” é entregue a famílias do Tucunduba e Perimetral

Raimunda Nascimento Melo, 61 anos, casada, um filho. Eldon Alves, trabalhador da construção civil, também casado, 28 anos e dois filhos pequenos. Apesar de residirem ao longo da Avenida Perimetral, em Belém, um é morador do bairro da Terra Firme e o outro do Guamá. Nesta terça-feira, 26, eles se encontraram pela primeira vez, na sede da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop), para viver a mesma emoção: receber o Cheque Moradia e dar início à construção da tão sonhada casa própria. “Tem 22 anos que a gente mora numa casa de madeira lá na Perimetral. Mas agora, com esse Cheque Moradia que recebemos do governo, vamos poder finalmente construir nossa casinha de alvenaria, como sempre sonhamos”, declarou dona Raimunda, emocionada.

Eles integram o primeiro lote de famílias atendidas pelo programa Cheque Moradia, nas áreas de intervenção dos projetos Tucunduba e da Avenida Perimetral, onde o governo do Estado executa importantes obras de urbanização. No total, 23 famílias receberam o benefício hoje, durante reunião na sede da Sedop, coordenada pela Diretoria de Relações Comunitárias do órgão, com o apoio da Companhia de Habitação do Pará (Cohab), que é o órgão responsável pela execução do Programa Cheque Moradia.

“Os valores recebidos hoje variam de acordo com as necessidades das famílias e dos serviços a serem realizados, que podem variar de R$ 600,00 a R$ 2.100,00 para reforma ou ampliação da casa, e até R$ 14.100,00 para construção de uma casa nova, de dois quartos. No caso de familias que incluam portadores de necessidades especiais, esse valor pode chegar a R$ 18.100,00”, explica o engenheiro da Cohab, José Ribamar Santos.

Acompanhado da esposa e das duas filhas pequenas, Eldon Alves era só alegria ao receber a primeira parcela do Cheque Moradia, no valor de R$ 7.800,00. Com o recurso, ele vai iniciar a construção da nova casa da família, agora em alvenaria. Há 21 anos ele vive com a família em uma casa de madeira, construída à margem da Avenida Perimetral, no bairro do Guamá. “Eu já vou sair daqui direto pra loja pra comprar o material e começar a construir a nossa casinha o mais rápido possível. No máximo em quatro meses quero estar com a minha casa erguida”, comemorou.

O Cheque Moradia é um programa social de transferência de renda criado em 2003, para garantir às famílias de baixa renda condições de construir, reformar ou ampliar a casa própria, dando-lhes mais dignidade e qualidade de vida. O benefício é para uso exclusivo na compra de material de construção e não pode ser usado para pagamento de mão de obra, que é de responsabilidade do beneficiário. O recurso é liberado em duas etapas e só recebe a segunda parcela quem presta contas da primeira, por isso todas as compras precisam ser comprovadas com apresentação de notas fiscais.

Por Marlicy Bemerguy

back to top

Institucional

Acessibilidade

Imprensa

Interno

Telefone

  • Geral
  • 3183-0020

tüvtürk randevuYouJizz