Sedop capacita comissão para atuar no projeto Tucunduba
Menu

Sedop capacita comissão para atuar no projeto Tucunduba

Sedop capacita comissão para atuar no projeto Tucunduba
Os membros da Comissão de Acompanhamento de Obra (CAO) do Projeto de Saneamento Integrado da Bacia do Igarapé Tucunduba participam nesta quarta (12) e quinta-feira (13), no auditório da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop), do curso de capacitação voltado às atividades físicas e sociais na execução e pós-execução das ações do projeto no bairro da Terra Firme. Atualmente, a Sedop está com frentes de serviços no trecho 1, perímetro compreendido da ponte da Rua São Domingos até a Rua dos Mundurucus.


A Comissão de Acompanhamento da Obra é uma organização facilitadora e de controle social do projeto executado pela Sedop, cabendo a ela acompanhar a execução da obra e implementação do Projeto de Trabalho Técnico Social (PTTS); contribuir para o bom desenvolvimento do trabalho; e cooperar com os órgãos competentes, atuando como representante da sociedade e agente reivindicador junto às autoridades do setor.

A formação da CAO Tucunduba consta de representantes dos moradores dos bairros de abrangência do projeto: Canudos, Guamá, Marco, Terra Firme e Universitário, sendo a composição da Comissão dividida nos três trechos da obra com seis representantes de cada. Os 18 membros efetivos, terão mandato de representatividade enquanto durar a execução do projeto físico e social da obra.

O secretário adjunto de Desenvolvimento Urbano da Sedop, Márcio Viana, fez a abertura do encontro reiterando a importância dos membros da CAO na área. Segundo ele, a experiência nessa etapa do projeto poderá ser referência nas etapas futuras que a Sedop irá executar nos trechos 3 e 4 do projeto. Outro destaque feito pelo adjunto aos membros da CAO, foi quanto às reocupações das áreas desobstruídas pelo governo do estado para prosseguimento do projeto.

“A comissão é uma vitória da comunidade carente que está sendo beneficiada com a transformação do local onde as pessoas moravam em condições ruins, e agora, estão em situação bem melhor”, disse o membro da CAO Sílvio César Rocha da Rocha, 44 anos, morador do trecho 1, na Terra Firme. A diretora social da secretaria, Bernardete Souza, destacou o papel da CAO, “cujos membros foram eleitos democraticamente para atuar em parceria com a Sedop nessa obra de transformação social como é o projeto de saneamento integrado do Tucunduba, que representa 80% de obra social e 20% de obra física”.

Por Izabel Cunha

​​
Last modified onSexta, 14 Julho 2017 12:29
back to top

Institucional

Acessibilidade

Imprensa

Interno

Telefone

  • Geral
  • 3183-0020

tüvtürk randevuYouJizz