Items filtered by date: Dezembro 2016
Menu

Items filtered by date: Dezembro 2016

Estado e Caixa assinam contrato de financiamento da João Paulo II e Tucunduba

O governador Simão Jatene e representantes da Caixa Econômica Federal assinaram na tarde desta terça-feira (20) o contrato de financiamento da contrapartida estadual para a finalização de dois projetos importantes de infraestrutura e saneamento na capital paraense: o prolongamento da Avenida João Paulo II até o município de Ananindeua e a macrodrenagem do canal do Tucunduba. Ambos são referentes à segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A cerimônia ocorreu no Palácio do Governo, em Belém.

O contrato no valor de R$ 144 milhões vai possibilitar a conclusão dessas duas obras prioritárias para 2017. “Esse não é um projeto qualquer, é um projeto que tem um impacto direto sobre a vida das pessoas, porque um deles trata de saneamento. Todos sabem o desafio que aquela área do Tucunduba representa para as famílias do entorno, e esse contrato vai permitir com que se avance na drenagem e saneamento daquela área”, afirmou o governador Simão Jatene.

Outro projeto que integra esse conjunto de obras contempladas com a assinatura do documento é a conclusão da João Paulo II. “Essa avenida, mais do que uma simples nova entrada e saída de Belém, tem um significado enorme para proteção dos mananciais do Utinga; é também um sistema de proteção, de defesa ambiental para o parque do Utinga que abriga os mananciais que abastecem Belém”, acrescentou Simão Jatene.

Mesmo diante de um cenário econômico restritivo, o Estado continua investindo na finalização de projetos e obras de infraestrutura em todos os setores. Com a assinatura do contrato de operação de crédito, o Governo do Pará reafirma o compromisso de desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida do povo paraense. “Tenho certeza que isso vai ter um efeito muito grande na qualidade de vida das pessoas que irão usufruir dessas obras. Nosso objetivo para 2017 é continuar investindo para finalizar esse tipo de projeto e outras obras pelo Estado”, destacou o governador.

“Esse é um contrato que financia a contrapartida, a parte financeira do Estado em obras importantes como essas. A Caixa já tem outras linhas de financiamento, outros contratos com o Governo do Pará, e mais uma vez firma essa parceria para ajudar no desenvolvimento do Estado”, afirmou o superintendente Regional Norte no Pará, Hélio de Barros Rodrigues Junior, que também assinou o documento.

Participaram da reunião Antônio Luiz Nogueira, supervisor da Gerência Executiva de Governo da Caixa Econômica Federal; Carlos Alberto Gurjão Sampaio, gerente Substituto da Filial de Governo, na oportunidade representando o gerente da filial da Gerência de Governo; Paulo Rocha Cunha; João Ricardo Cabral, gerente geral da Agência Círio, e Sergio Victor Amaral de Melo, assistente sênior Recombe. Também estiveram presentes o senador Flexa Ribeiro e os secretários José Alberto Colares (Secretaria de Estado de Planejamento), Luiz Fernandes Rocha (Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade) e Ruy Klautau de Mendonça (Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas), além do presidente do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Pará (Ideflor-bio), Thiago Valente.

Por Lidiane Sousa

Read more...

Conselho Estadual das Cidades discute políticas de saneamento, habitação e transporte

Construir cidades mais humanas, justas e sustentáveis a partir da ampliação e melhoria dos serviços básicos de saneamento, habitação e mobilidade urbana. Esses são os temas centrais da “8ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual das Cidades (ConCidades)”, que começou nesta segunda-feira (12) e vai até o próximo dia 15, em Belém. O evento é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) e foi aberto pelo secretário Ruy Klautau de Mendonça, que também assumiu a presidência do ConCidades- Pará. “O nosso objetivo é fazer com que o Conselho possa cumprir suas funções, apontando diretrizes para a efetivação da política urbana no Pará”, declarou.

Criado em 2004 pelo Ministério das Cidades, o Conselho das Cidades tem como principal objetivo articular a construção de políticas públicas urbanas para melhorar as condições de vida da população que vive nessas áreas. E o debate desta segunda-feira começou com a discussão da política de saneamento básico/ambiental no estado. Segundo dados da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), apenas 52% da população paraense tem acesso à água tratada e 6,34% à coleta de esgoto. O representante da Cosanpa, engenheiro Júlio Rotella, destacou os investimentos do governo para ampliar e melhorar esses serviços: “Hoje nós temos 41 obras em andamento em 41 municípios, totalizando investimentos de R$ 1,496 bilhão. Serão 100 mil novas ligações de água e 11 mil ligações de esgoto até 2019”, informou.

O representante do sindicato dos urbanitários no Pará, Pedro Blois, defendeu a universalização do acesso aos serviços públicos de saneamento que incluem abastecimento d’água, esgotamento sanitário e coleta de lixo. Representantes de 17 municípios do interior também participaram das discussões. O Conselho Estadual das Cidades reúne representantes do poder público (federal, estadual e municipal), movimentos populares, ONGs, entidades empresariais, dos trabalhadores, acadêmicas e de pesquisa.

Na parte da tarde, mais dois temas importantes estarão em foco: habitação e regularização fundiária. Na quarta-feira (14), será a vez da política de transporte, mobilidade e trânsito. Ao final, as propostas serão encaminhadas às câmaras temáticas e transformadas em resoluções, para serem discutidas na Conferência Nacional das Cidades, a ser realizada ano que vem, em Brasília (DF).

Por Marlicy Bemerguy

 

Read more...
Subscribe to this RSS feed

Institucional

Acessibilidade

Imprensa

Interno

Telefone

  • Geral
  • 3183-0020

tüvtürk randevuYouJizz